Espaço Depósito oferece cardápio com sugestão de harmonização

O Espaço Depósito, em parceria com a Porto a Porto, oferece um cardápio que já possui sugestões de harmonização de pratos e vinhos. O Restaurante destacou três opções de pratos e vinhos para o jantar. O primeiro é o prato Ossobuco ao molho de vinho tinto, que acompanha polenta cremosa e arroz com ervas finas e harmoniza com vinhos como Brunello di Montalcino, Yume Montalcino e Nieto Senetiner Bonarda.

Já a Posta de Salmão, que acompanha purê de mandioquinha, palmito e aspargos flambados no azeite de oliva com ervas finas, harmoniza com vinhos como Ensaios (branco), Varanda do Conde Alvarinho (branco) e Alfredo Roca Pinot Noir.

O prato Peito de Chester, que tem como acompanhamento purê crocante, tomate cereja, vagem salteados na manteiga com chimichurri e arroz piamontese, harmoniza com vinhos como Carlos Montes Tannat Crianza, Marques de Borba e Pata Negra Gran Reserva. O Restaurante fica na Rua Santo Antônio, 660, no Rebouças.





Vinho Submarino

Foi das profundezas das águas do mar da costa chilena que chegaram a Curitiba, no Armazém71, os vinhos Cavas Submarinas. Como o próprio nome sugere, as barricas de madeira do vinho são mergulhadas a 15 metros no fundo do mar onde ficam um ano submersas para amadurecer. O mais cobiçado é o Cavas Submarinas 85% Pinot Noir e 15% Carmenére, fabricado com uvas colhidas na região Itata Valley, no Chile, que conta com o clima úmido do Mediterrâneo ideal para o plantio das frutas. Esta garrafa harmoniza bem com batatas sautées, coelho assado e confit de pato. O Armazém71 fica na Rua Rocha Pombo, 197, no Juvevê.





Casa Valduga nas páginas do Guide des champagnes

Os espumantes Maria Valduga e Brut 130 da Casa Valduga estampam a última edição, recém-lançada, do Guide des champagnes et des autres bulles – Revel 2012. Elaborado pelo sommelier canadense Guénaël Revel.

Entre amostras de vários países, o Maria Valduga e o Brut 130 foram descritos, respectivamente, como “um sucesso” e “uma descoberta maravilhosa”.

O guia atribuiu ao Maria Valduga qualidades como “raro e de prestígio, com sabores atraentes de torta de amêndoas, bolo de limão e frutas cristalizadas”. O Brut 130 estampou as páginas como um vinho de estilo clássico, notas de amêndoas frescas, que, no final, ganham um toque queimado.





Miolo apresenta Lote 43

Para os amantes de bons vinhos nacionais uma novidade! O Lote 43, um dos vinhos especiais da vinícola Miolo, foi disponibilizado em uma safra especial para venda. Algumas garrafas de 2002, pertencentes à adega particular da Miolo, estão sendo comercializadas. Os interessados podem comprar pelo site www.miolo.com.br ou pelo telefone 0800 9704 165.





Vinícola Aurora negocia seus sucos de uva no Oriente Médio

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Vinícola Aurora, de Bento Gonçalves (RS), aposta  nos países do Oriente Médio para vender seus sucos das marcas Aurora e Casa de Bento, que  já são exportados para  o Paraguai, Guatemala e  Espanha.

A vinícola brasileira participou da Missão Empresarial do Brasil ao Oriente Médio na Arábia Saudita e em Dubai. Além disso, visitou importadores no Kuwait. Após essa missão, a Aurora foi a empresa que representou o suco de uva do Brasil na Gulfood, a maior feira de alimentos do Oriente Médio.





Entre Ostras e Champagnes

A primeira degustação da Adega Brasil Batel, o Wine & Food Ostras e Champagnes realizado na quinta-feira, dia 16, foi conduzido pelo enólogo Alcioni Dümes que deu uma palestra sobre champagnes e organizou uma degustação às cegas. Envolvidos na atividade, os presentes opinaram sobre o que foi servido e muitos acertaram. Os rótulos escolhidos foram o brasileiro Casa Valduga Brut 130 anos, o Cap Classique Avondale Brut da África do Sul, o espanhol Codorníu Seleccion Raventos e o francês Veuve Clicquot Ponsardin Brut. Para harmonizar, foram servidas ostras das mais variadas formas, com assinatura da Chef Ana Claudia Spengler.





Restaurante Vin Bistro e W&W wine juntos em jantar de harmonização

Na última terça-feira, o Restaurante Vin Bistro em parceria com W&W wine de São Paulo, realizou um jantar harmonizado com os vinhos da Vinícola Cantine Leonardo da Vinci, que surgiu em 1961 como fruto da voluntariedade dos proprietários de trinta empresas agrícolas que decidiram se associar para enfrentar os problemas que existiam no ramo.  Dentre os rótulos servidos na noite estavam, Leonardo Prosecco DOC, Ser Piero Chardonnay IGT 2010 (harmonizado com Polenta Bramata), Da Vinci Chianti Riserva DOCG 2006 (servido com risotto de penne), Brunello Di Montalcino Docg 2006 (harmonizado com Mignon e Risoto de funghi) e Leonardo Vinsanto Doc 2005 (servido com mil folhas de chocolate).

O Leonardo Prosecco DOC, é 100% Prosecco de cor amarelo com reflexos esverdeados, gosto fresco, vivaz e aveludado. Já o Ser Piero Chardonnay IGT 2010, é 100% Chardonnay, de cor amarelo palha, com aromas densos e maduros de origem mineral. O Da Vinci Chianti Riserva DOCG 2006 é 85% Sangiovese, 10% Merlot e 5% de outras uvas. De cor vermelho púrpura, apresenta aroma elegante, destacando a cereja, baunilha e canela. O Brunello di Montalcino DOCG 2006 é 100% Sangiovese, apresenta cor vermelho púrpura intenso, aromas de amoras, groselhas e cerejas. Ganhou a medalha de ouro no Decanter Awards 2011. O último vinho é o Leonardo Vinsanto DOC 2005, 100% Trebbiano. De cor âmbar, apresenta perfumes agradáveis de frutas secas, amêndoas e figos secos, juntos ao aroma de mel.





Vinícola Dezem Indica opções para o consumo de vinho no verão

Uma das bebidas mais apreciadas no inverno, o vinho pode ter lugar à mesa também no verão. Há opções para todas as ocasiões e temperaturas, basta escolher tipos refrescantes que combinem com os dias de calor. A enóloga, sommelière e professora do Centro Europeu Sonia Petri, afirma que os brancos, rosés e espumantes são os vinhos mais adequados para o consumo no verão. Segundo ela, os rosés e espumantes proporcionam frescor no paladar, no entanto, os tintos leves e frutados também são indicados para os dias quentes. São os aromas frutados e florais que remetem à refrescância.

A temperatura correta também é essencial ao servir a bebida no calor. Os vinhos devem ser mantidos a uma temperatura de 12 graus, sendo que meia hora antes de servir podem ser colocadas em um balde de gelo com um pouco de água. Para os espumantes o melhor é a temperatura de seis a oito graus. Já os brancos secos, jovens e frutados devem ser servidos a oito graus. Os brancos secos e aromáticos precisam apresentar dez graus ao ir para a mesa. Os vinhos brancos estruturados devem ter de 12 a 14 graus e os rosés delicados 12 graus.

Pratos como saladas e sorvetes são muito consumidos nos dias quentes. De acordo com Sonia, para acompanhar um sorvete, o ideal é servir um espumante Moscatel. Já os pratos leves pedem espumantes Brut – vinho leve e seco – ou rosés. No que se refere às saladas, segundo a profissional, há uma lista ampla de indicações, sendo que o Malvasia e o Sauvignon Blanc são boas alternativas. Os tintos leves são indicados caso o menu inclua  um carpaccio de mignon com lascas de parmesão e azeite de oliva, que deve acompanhar um  Cabernet Franc, ou um prático espaguete com molho de carne moída, ideal para degustar com um Tempranillo.  Já a moqueca é perfeita para saborear com um Sauvignon Blanc. Ostras combinam com os espumantes. Uma receita típica baiana, o caruru, ficaria excelente com o Chardonnay. Segundo a enóloga, há uma grande variedade de pratos brasileiros que são ideais para consumir com o vinho branco.





Degustação de vinho português na Adega Brasil

Hoje e amanhã, dias 17 e 18, a Adega Brasil convida seus clientes para degustarem e conhecerem um dos vinhos mais apropriados para esta época do ano, o Vinho Verde Vinhas Altas, proveniente da Região Penafiel em Portugal. A Adega Brasil fica na Avenida Cândido Hartmann, 1485, nas Mercês.





Degustação de vinhos franceses às cegas

Na quarta-feira, dia 29 de fevereiro, das 19h às 21h30, a Maison de France promove cursos de degustação de vinhos franceses ministrados pelo professor de degustação, e também produtor francês, Ronan Kerrest, em línguas francesa e portuguesa. Serão cinco vinhos de Bordeaux e de Côtes du Rhône. Todos os rótulos estarão ocultos. O valor é de R$ 120,00 por aula e por pessoa e há apenas 15 vagas. Mais informações no site: http://www.vinho-frances.com. A Maison de France fica na Rua Fernando Amaro, 154, no Alto da XV.






Vinícola Dezem oferece promoção aos hóspedes do Mabu durante o carnaval

 

A vinícola Dezem, especializada em vinhos finos, marca presença no Carnaval do Mabu Thermas & Resort, localizado em Foz do Iguaçu. Durante os dias de folia, desde amanhã, dia 17, a quarta-feira, dia 22, os hóspedes serão surpreendidos no check-in por um cupom que poderá ser trocado a qualquer momento, no período da estadia, pela degustação do vinho branco Malvasia di Candia. A bebida é ideal para o consumo no verão devido ao paladar leve e refrescante. Além disso, os clientes poderão adquirir qualquer rótulo da vinícola por um valor diferenciado durante a hospedagem.

Nesta ocasião, os hóspedes também serão convidados a fazer uma visita à vinícola por um pacote promocional. Os interessados poderão conhecer todas as etapas da produção de vinho e entender um pouco mais sobre as qualidades das uvas. As visitas são feitas de segunda a sexta-feira em quatro horários – às 08h30, às 10h, às 14h e às 15h30. Aos sábados as visitas são realizadas apenas no período da manhã, às 08h30 e às 10h. A vinícola Dezem está localizada em Toledo, cidade próxima a Foz do Iguaçu.





Semana das Ostras nos restaurantes Victor

Durante o período de Carnaval, de 16 a 21 de fevereiro, os apaixonados por ostras terão a II edição da Semana das Ostras, realizada pelos restaurantes integrantes dos Pier do Victor (Bar do Victor, Bistrô do Victor e Petiscaria do Victor). Na ocasião, além de conferir diversos preparos da iguaria, os clientes poderão harmonizá-las com vinhos selecionados.

Nessa segunda edição, as ostras serão servidas em porções de meia dúzia (R$18) ou uma dúzia (R$34). Entre os preparos: Natural, Gratinada com Queijo, à Rockefeller e Flambada com Conhaque. Além das porções, outra opção será o Vinagrete de Ostra, acompanhado de pão italiano (R$12). A Semana das Ostras poderá ser conferida apenas no jantar. O Bar do Victor fica na Rua Lívio Moreira 284, no São Lourenço, o Bistrô do Victor fica no Espaço Gourmet do ParkShoppingBarigüi e a Petiscaria do Victor fica na Av. Manoel Ribas 6995, em Santa Felicidade.